Ramana Maharish

Ramana Maharish Vida e EnsinamentosMonografia sobre Ramana Maharish, santo indiano que alcançou a iluminação aos 16 anos de idade e teve desde então uma vida de renúncia e serviço aos seus devotos. Trabalho auspicioso e com intensa atmosfera espiritual feito pela minha amiga e também professora de Yoga Viviane Cabral, seguem o link para download, uma introdução sobre a vida e ensinamentos de Ramana e os dados para contato com a Viviane:

Clique aqui para fazer o download do trabalho em pdf (tamanho 3,3 Mb).

Ramana Maharshi e o Caminho do Autoconhecimento

Sri Ramana Maharshi nasceu em 1879 no sul da Índia. Seu nome era Venkataraman. Cresceu como uma criança normal, tendo apenas um único comportamento inusitado: o seu sono era anormalmente profundo, ninguém conseguia acordá-lo. Aos dezessete anos vivenciou o despertar espiritual de forma espontânea, atingindo um estado de autorrealização conhecido como sahaja samadhi. Essa experiência se deu pela clara sensação de morte que o tomou e permitiu surgimento de questionamentos como: Quem está morrendo, se continuo com a minha personalidade forte? Chegou a conclusão que o corpo morre, mas o espírito que o transcende é imune à morte.

Vivenciou a percepção do Eu, que não corresponde as limitações do corpo, mas sim a real natureza de todos os seres. Após esse fato muito mudou em sua vida, saiu da casa familiar e trilhou o caminho em direção a Arunachala, montanha sagrada de Tiruvannamalai, onde viveu, dali em diante, de forma muito humilde. A princípio mergulhado em profundo silêncio e meditação.

Vivendo em cavernas foi sendo cercado por discípulos, que aprendiam através do seu silêncio. Quando voltou a se expressar através de palavras deixou claro que um caminho direto para a Verdade é o questionamento constante de Quem sou eu? e esse foi um dos seus principais ensinamentos. Na sua simplicidade e humildade não aceitava as formalidades que os indianos atribuíam às pessoas as quais consideravam mestres. Apesar de ter se afastado da família, Ramana esclarecia não ser a renúncia à família algo fundamental para o desenvolvimento espiritual, pois a verdadeira renúncia está na mente e não é alcançada através da renúncia física, nem é impedida pela falta dela. O próprio ato de trabalhar não é um impedimento, pois pode ser feito de forma desprendida. Os Ensinamento de Ramana eram eminentemente práticos, não ficava satisfazendo curiosidades de seus discípulos, ao invés, alertava sobre a importância do esforço para compreender que o homem é agora, e para sempre, o Si imortal por detrás desta e de outras vidas. Através de suas próprias atitudes, ensinamentos eram passados de forma natural, indo ao encontro com posturas indicadas nas escrituras clássicas de diversas religiões, o que mostra ser um conhecimento universal, não direcionado para pequenos grupos, mas para todos que estão abertos para ouvir e sentir seu reverberar.

Viviane Cabral

Instrutora de Yoga. Pós graduada em Yoga pela UniFMU - curso ligado a Escola de Kaivalyadhama (Índia). Realizou (até 2012) duas viajens para a Índia, para fins de autodescoberta e estudos sobre Yoga. Participa em diversos cursos de cunho espiritual. Atualmente ministra aulas de Yoga para mães com seus bebês no Espaço Nascente, com o intuito de fortalecer o vínculo da díade mãe-bebê, através de uma mãe forte e equilibrada. Conduz práticas de Yoga, abertas ao público, no parque da Aclimação, todos os domingos! Para maiores informações sobre seu trabalho acessar o blog yogaematernidade.blogspot.com.br ou enviar-lhe um e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 
Cadastre seu e-mail para receber meus textos e informações sobre meus serviços.